Leandro Sodré

Modalidade: Vôlei

Idade: 23 anos

Tipo: College – Parkville, MO – USA

Período: Agosto de 2016 até o presente.

Qual foi a melhor parte de participar do programa de intercâmbio esportivo?

A oportunidade de conhecer diferentes culturas, estudar e jogar voleibol ao mesmo tempo.

Qual foi a mais difícil?

A adaptação dos primeiros meses com a língua.

Qual foi a experiência mais marcante?

A experiência mais marcante foi em 2017 quando fomos campeões do National Tournament da NAIA.

O que faz hoje: Cursando o terceiro ano da faculdade (Júnior Year) – Continuo jogando na equipe da Universidade.

O que mudou na sua vida depois dessa experiência?

Me sinto mais adulto em todos os quesitos, principalmente com respeito a responsabilidade.

Guilherme Jendiroba Guimarães

Modalidade: Basquete

Cidade Natal: Ribeirão Preto/SP

Tipo: College – Charlottesville, Virginia, EUA.

Período: 2012-2014 (high school) 2014-2018 (college)

Qual foi a melhor parte de participar do programa de intercâmbio esportivo?

No basquete: participar do Adidas Nations, representando a seleção da América Latina, enfrentando a seleção americana. No acadêmico: Apresentar e defender minha pesquisa em dois dos maiores congressos de ciência no mundo: ASBMB (American Society for Biochemistry and Molecular Biology) e BMES (Biomedical Engineering Society).

Qual foi a mais difícil?

No começo, quando cheguei aqui, ainda não dominava a língua mas, depois de algumas semanas, tudo se encaixou.

O que mudou na sua vida depois dessa experiência?

Cresci muito tanto dentro quanto fora de quadra. Evoluí muito como jogador, competindo no melhor basquete do mundo. Como pessoa, evolui ainda mais, conhecendo novas culturas, aprendendo novos idiomas e tendo uma educação de ponta.

O que faz hoje:

Formei-me químico e hoje trabalho em uma indústria farmacêutica.

Planos para o futuro:

Pretendo trabalhar por mais um ano antes de começar o doutorado em farmácia.

Leonardo Plentz Minetto

Modalidade: Futebol, Basquete e Vôlei.

Idade: 16 anos

Cidade: Colorado Springs, CO – USA

Tipo: High School (Ensino Médio)

Período: Até o último ano do colégio.

Qual está sendo a melhor parte dessa experiência?

O convívio com outras culturas (não só a americana) e a experiência de viver uma parte da minha vida sem meus pais.

Qual está sendo a mais difícil?

A comunicação dentro dos esportes.

O que acha que vai mudar na sua vida depois dessa experiência?

Acho que vou aprender a viver por conta própria (sem ajuda dos pais), a língua inglesa, e outras culturas e o meu jeito de ser.

Você recomendaria o programa?

Recomendo! Estava em dúvida no começo, até que meu primo (que ja fez intercâmbio) me incentivou, então recomendo para outras pessoas porque isso é uma experiência que vai mudar o seu estilo de vida e de pensar sobre outras pessoas, outras culturas e etc.

Vitor Bicca

Modalidade: Futebol e Basquete

Idade: 17 anos

Cidade:Scottsdale, Arizona,USA

Tipo: High School (Ensino Médio)

Período: 1 semestre ou mais.

Qual está sendo a melhor parte dessa experiência?

A melhor parte de vir estudar e jogar aqui nos EUA é a ênfase que a instituição da para os esportes assim como academicamente, sempre tentando te ajudar a melhorar.

Qual está sendo a mais difícil?

A parte mais difícil pra mim esta sendo a saudade da família e amigos e se acostumar com uma cultura totalmente diferente, mas isso são duas coisas que com o tempo passa.

O que acha que vai mudar na sua vida depois dessa experiência?

Acho que a forma de ver o mundo em geral, o aprimoramento na parte esportiva, adquirir independência de tudo e principalmente o aprendizado do inglês que é muito importante para novas oportunidades.

Você recomendaria o programa?

Com certeza, pois todos que tenham condições de fazer o programa deveriam vir, pois é uma experiência única!

Luis Filipe Vicentini Gallindo

Modalidade: Futebol

Idade: 19 anos

Cidade: North bridgton, ME, USA

Tipo: Preparatório Acadêmico (Pré- Faculdade)

Período: 1 semestre

Qual está sendo a melhor parte dessa experiência?

Poder jogar todos os dias.

Luis faz parte da equipe da instituição e já partipou de competições como a South Kent School.

Qual está sendo a mais difícil?

Muita coisa pra fazer e dar conta. Homework treino, etc.

O que acha que vai mudar na sua vida depois dessa experiência?

Eu já me sinto mais maduro e sei que vou me tornar mais responsável do que quando cheguei aqui.

Planos para o futuro?

Pretendo continuar buscando oportunidades no Estados Unidos.

Eduardo Josviak

Modalidade: Basquete

Idade: 18 anos

Cidade: Bradenton, FL, USA

Tipo: High School (Pré- Faculdade)

Período: 1 ano

Qual está sendo a melhor parte dessa experiência?

A melhor parte desta experiencia é o fato de eu estar fazendo tudo que eu tenho que fazer por conta própria. Estou tendo que me virar em tudo e isto está me dando bastante confiança. O programa que eu estou fazendo é muito bom e muito forte e esta me ajudando a melhorar como atleta!

Qual está sendo a mais difícil?

É muito dificil ficar longe da sua família e das pessoas que você ama e outra coisa muito dificil é organização na hora das refeições, ou seja, manter uma alimentação saudável.

O que acha que vai mudar na sua vida depois dessa experiência?

Depois que eu finalizar o programa, vou ter me tornado uma pessoa completamente diferente, com muita autonomia, confiança, e responsabilidade. Também estarei falando fluente inglês.

Você recomendaria esse programa?

Este programa é excelente para atletas que praticam basqueetebol e querem ter isto como uma carreira. São muitas horas de treino!

Você tem que estar atento o tempo todo prestando muita atenção nos detalhes.